Governo do Distrito Federal
31/07/17 às 23h27 - Atualizado em 13/10/22 às 15h39

Começam obras de drenagem da marginal de Vicente Pires

DSC 1580 salva

As obras de urbanização do Setor Habitacional Vicente Pires avançam. São R$ 463 milhões em obras de drenagem pluvial, pavimentação asfáltica, meios-fios e calçadas. Neste mês de julho, uma das empresas responsáveis pelos serviços da Gleba 2 deu início às obras de drenagem na Marginal da Via Estrutural, uma das principais vias da região.


Para Geraldo Correa da Silva, 45 anos, proprietário de uma loja de construção no local, as obras representam a consolidação de uma cidade em franco desenvolvimento. “Isso mostra que o governo quer melhorar a região que já tem um loteamento consolidado e em fase de regularização avançada. É assim que Vicente Pires vai virar uma cidade de fato e de direito perante a população de Brasília, com o respeito e reconhecimento que ela merece”, disse.


Moradora de Vicente Pires há nove anos, Ruth Cristina Coelho, 36 anos, acredita que as obras de drenagem e pavimentação vão acabar com os constantes problemas de alagamento na Rua 3 da região, além de valorizar os imóveis.  “A valorização é um benefício natural e vai refletir no investimento da região, inclusive no comércio local. Além disso, todos os moradores vão ganhar em qualidade de vida”, declarou.


As obras de urbanização foram iniciadas em setembro de 2015, nos lotes 6 e 7, na Gleba III (área próxima ao Jóquei Clube). Nessa primeira etapa, o investimento é de R$ 34 milhões na construção de 27,3 km de rede de drenagem, 42 km de pavimentação asfáltica e 101 km de calçadas.


Em dezembro do mesmo ano, também foram iniciadas as obras de pavimentação asfáltica, construção de meios-fios e drenagem pluvial na Gleba I (lotes 1, 2 e 3), situada nas imediações da Estrada Parque Taguatinga (EPTG) e do Pistão Norte (na antiga Colônia Agrícola Samambaia).


Nessa etapa, estão sendo investidos R$ 90,4 milhões na construção de 45,5 km de redes de drenagem pluvial e 70 km de pavimentação asfáltica de todo o setor, que é dividido em três lotes. 


A previsão de duração das obras, em Vicente Pires, é de aproximadamente 24 meses, contados do início das obras. Os recursos são provenientes da Caixa Econômica Federal, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) intitulado “Pavimentação e Qualificação de Vias”.


Percentual de execução:


Gleba I:

Lote 01: 11% de drenagem, 8% de pavimentação.

Lote 02: 5% de drenagem concluída, 1% de pavimentação.

Lote 03: 31% de drenagem, redes e ramais, 13% de pavimentação, 16,40% de meios-fios. 


Gleba II:

Lote 04: 2,5% de drenagem, 2,6% de pavimentação.

Lote 05: 4% de drenagem concluída, 2% de pavimentação.

Lote 06: 32% de drenagem, redes e ramais, 30% de pavimentação. 

Lote 7: 24% de drenagem, redes e ramais, 17% de pavimentação.

Lote 9: 0,5% de drenagem

Lote 10: 0,5% de drenagem

Lote 11: 2% de pavimentação


Gleba III:

Lote 06: 32% de drenagem, 30% de pavimentação.

Lote 07: 24% drenagem, 17% de pavimentação.


Gleba IV:

Lote 01: 11% de drenagem, 8% de pavimentação.

Lote 10: 0,5% drenagem.


CRÉDITO DAS IMAGENS: F. GUALBERTO.