Governo do Distrito Federal
26/09/16 às 12h51 - Atualizado em 13/10/22 às 15h39

Obras do aterro sanitário avançam

Na última terça-feira, 20 de setembro, os membros do Conselho de Limpeza Urbana do Distrito Federal (CONLURB) e do Comitê Gestor de Resíduos da Construção Civil e Resíduos Volumosos (CORC), além de representantes do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) e da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sinesp) visitaram as obras de implantação do primeiro Aterro Sanitário de Brasília, que está sendo construído ao lado da estação de tratamento da Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb), em Samambaia.

 0510

O novo espaço terá aproximadamente 30 hectares de área para depósito de dejetos. Todo o material será acomodado em camadas – prensado e isolado com manta geotêxtil – a fim de anular odor e efeitos desagradáveis para a população. Além disso, o solo será impermeabilizado para evitar contaminação. A ideia é dar tratamento correto aos resíduos urbanos e assegurar a proteção do meio ambiente.

 

O chorume, substância líquida resultante da putrefação de matérias orgânicas, também será tratado. Parte do processo será realizada pela Caesb, que construirá uma estação elevatória dentro da área do aterro para bombear o chorume até a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Melchior.


CRÉDITO DAS IMAGENS: F. Gualberto.