Governo do Distrito Federal
28/04/15 às 21h19 - Atualizado em 13/10/22 às 15h37

Rede de drenagem do viaduto de Ceilândia será redimensionada


Ao todo, o governo vai investir R$ 3 milhões para resolver definitivamente os problemas de alagamentos na região do viaduto da QNN 5/7

(Brasília, 28/4/2015) – O governo de Brasília vai investir, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos/Novacap, aproximadamente R$ 3 milhões na complementação da rede de drenagem do viaduto da QNN 5/7, em Ceilândia. A expectativa é que as obras de redimensionamento do sistema de captação das águas pluviais na região comecem já em maio.

A rede existente será substituída por outra com diâmetro de 1.000 a 1,500 mm, que será interligada à galeria existente abaixo do viaduto e terá 1,5 km de extensão. As obras devem ser concluídas em 180 dias. “Como está próximo do período de seca, a expectativa é de que a obra seja concluída no prazo normal”, afirmou o secretário-adjunto de Infraestrutura, Maurício Canovas.

Segundo Canovas, o redimensionamento da rede vai acabar com os problemas de alagamento no viaduto. Os recursos foram garantidos por meio de um empréstimo de R$ 500 milhões contraído, em janeiro, pelo governo de Brasília com o Banco do Brasil. A verba é para investimento nas áreas de infraestrutura e mobilidade.

A Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) realizou, em 2014, outras obras na rede de drenagem do viaduto, o que resolveu parte do problema. Com base em estudos técnicos que identificaram a necessidade de ampliar a vazão para escoar o elevado volume de águas pluviais no local, a Novacap redirecionou as duas tubulações de escoamentos de drenagem pluvial. A situação, no entanto, será definitivamente resolvida com as novas obras.