Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
15/12/15 às 13h19 - Atualizado em 13/10/22 às 15h38

Vicente Pires recebe R$ 115 milhões em novos investimentos de urbanização

 

O Governo lançou nesta quinta-feira (10) obras de drenagem pluvial e asfalto na Gleba I

 

  

             111215           Foto: F. Gualberto

 

Moradores da antiga Colônia Agrícola Samambaia – Gleba I, (situada nas imediações da EPTG e Pistão Norte), serão os próximos beneficiados com obras de infraestrutura e urbanização em Vicente Pires.

O governador Rodrigo Rollemberg assinou as ordens de serviço que permitem o início imediato das obras de melhoria que incluem pavimentação asfáltica, meios-fios, drenagem pluvial e execução de pontes que ligarão a Gleba I à Gleba II. Serão investidos R$ 115 milhões na construção de 45,5 km de redes de drenagem pluvial e 70 km de pavimentação asfáltica de todo o setor, dividido em três lotes.

Na cerimônia, o secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Julio Cesar Peres, destacou a relevância que esta obra tem para a comunidade de Vicente Pires e afirmou que ela “representa uma amostra da preocupação que o governo tem em dotar de infraestrutura as áreas mais carentes”.

 

1112151

Foto: F. Gualberto

 

Na mesma linha, o vice-governador Renato Santana afirmou que os moradores de Vicente Pires sabem da importância do investimento na região. Alertou que o governo não permitirá que os recursos públicos sejam comprometidos pela irresponsabilidade de alguns grileiros e finalizou dizendo que “nada, absolutamente nada, resiste à força do trabalho”.

1112152

Foto: F. Gualberto

 

Por sua vez, o governador Rodrigo Rollemberg ressaltou que “é prioridade absoluta garantir a infraestrutura adequada das diversas cidades de Brasília que vão dar qualidade de vida à população”. Explicou que “as obras vão se refletir em uma cidade de locomoção fácil, com ruas pavimentadas, onde os moradores, a polícia, o caminhão de limpeza pública, todos, possam transitar com tranquilidade; um lugar onde as doenças possam ser evitadas pela ausência de poeira e de lama. É esse o trabalho que estamos fazendo para construir uma Brasília melhor”, enfatizou.

A seguir, pediu o apoio da população para que as áreas destinadas a equipamentos públicos como escolas, postos de saúde, hospitais, não sejam invadidas. Nesse sentido, destacou a importância de que o interesse público prevaleça: “para que a cidade possa crescer de forma ordenada, para acabar com a cultura da invasão de terras no Distrito Federal, invasão que além de roubar a terra, rouba o futuro da cidade, rouba a qualidade de vida das futuras gerações da nossa cidade”.

O governador informou que, no marco do processo de regularização, foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal o Decreto Nº 36.966, que “aprova o Projeto de Urbanismo de Regularização de Parcelamento do Trecho 1 do Setor Habitacional Vicente Pires localizado na Região Administrativa de Vicente Pires”.

Rollemberg finalizou seu discurso fazendo um apelo para que a “toda a população se mobilize na luta contra o mosquito da dengue, visando evitar as doenças que ele transmite”.

Para a Senhora Márcia, moradora de Vicente Pires e coordenadora da Biblioteca local, esse momento é muito importante. “Governos, governos e governos passaram e nunca se interessaram por Vicente Pires. Estamos felizes porque a infraestrutura é indispensável. Tendo infraestrutura virão novos projetos, escolas, creches. Não estamos pedindo nada de absurdo. Tudo isso é o que nos corresponde de direito”, concluiu.

RECURSOS:

O processo de urbanização de Vicente Pires é realizado com recursos provenientes do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) – “Pavimentação e Qualificação de Vias”, com um investimento total de R$ 467 milhões para toda área. As obras foram divididas em 11 lotes.

ANTECEDENTES:

Os trabalhos começaram no mês de setembro, pelos lotes VI e VII, situados na Gleba 3 (próxima ao Jóquei Clube), onde estão sendo investidos R$ 68,4 milhões. As obras já alcançaram 40% da região do Lote VI e 20% do VII. Nessas áreas, estão sendo realizados trabalhos de vídeo-inspeção, efetuados por robôs, que fornecem informações sobre as redes de drenagem existentes e que podem ser aproveitadas.

PROJETO TOTAL

Nos outros seis lotes, as obras começam tão logo seja viabilizada a aprovação do projeto urbanístico e a emissão das licenças de instalações. Para tanto, o governo de Brasília emitiu o Decreto nº 36.590/2015 que cria um Grupo de Trabalho Especial do Vicente Pires a fim de concretizar as ações necessárias o mais breve possível.

 

GLEBA   I – VICENTE PIRES

LOTE

PAVIMENTAÇÃO

(km)

DRENAGEM

(km)

VALOR DO CONTRATO (R$)

I

22,0

12,26

49.333.897,70

II

22,9

18,21

34.063.489,66

III

19,0

15,04

31.712.176,50

Total

63,9

45,51

115.109.563,86

Participaram da cerimônia de assinatura das ordens de serviço o vice-governador de Brasília, Renato Santana; o secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Julio Cesar Peres; o subsecretário de Proteção e Defesa Civil, da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social, coronel Sérgio José Bezerra; o diretor-presidente da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), Hermes de Paula; o presidente da Agência de Desenvolvimento do DF (Terracap), Alexandre Navarro Garcia; o presidente da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (CAESB), Mauricio Ludovice, e os administradores de Taguatinga, Ricardo Lustosa Jacobina, do Guará, André Brandão Péres, de Ceilândia, Vilson José de Oliveira e do SCIA/Estrutural, Evanildo da Silva Macedo, e membros da sociedade civil.

ASCOM – SINESP